Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 30 de julho de 2011

Acender velas para anjo da guarda




Algumas orientações espirituais vindas de clarividentes, tarólogos, cartomantes, enfim, amigos, podem prescrever:


"Acenda uma vela para seu anjo de guarda!"

Eu mesma, há alguns anos, obtive essa orientação de um pai de santo ( muito conhecido, aliás) que me orientou a acender uma vela para meu anjo de guarda durante 17 dias. E, realmente, melhorou meu estado emocional naquela época.
Agora, pensando com meus botões eu faço uma reflexão sobre esse caminho para obter paz e alívio para algum tipo de sofrimento.

Mas eu me pergunto:

"Anjo de guarda precisa de vela?"

O anjo de guarda ou anjo guardião é um espírito muito evoluído que nos acompanha desde o instante do nascimento ou seja da nossa reencarnação.

Partindo do princípio das vidas sucessivas - o espírito já existe antes do corpo. Algumas religiões professam que espírito e matéria são criados ao mesmo tempo.

O que acontece quando você acende uma vela? É diferente acender uma vela quando acaba a energia e acender uma vela para orar, numa igreja, num velório.

O que conta mesmo é nosso campo mental. Eu tenho um lugar próprio para acender velas. É meu oratório, mas não o faço todos os dias. Quando preciso e sinto que deve acender- acendo a vela.

O espírito guardião sendo muito evoluído não precisa de velas e, muito menos, orações. Mas no momento que você acende a vela está fazendo magia. É a união do material com o espiritual; com o simbólico.

Você consegue checar e-mails quando o micro está desligado? Claro que não. Necessário ter uma conexão com a internet e ligar o micro.

Assim, também acontece com o mundo espiritual. Você tem que se conectar com esse plano. A conexão pode ser através da prece, da meditação, enfim do seu pensamento. Os rituais mágicos facilitam essa conexão,mas se você acender uma vela simplesmente nada vai acontecer. A mente tem que se conectar.

É magia!

Magia- vem do ato de imaginar!

Associar algo material ao seu desejo forte; no caso , uma vela.

Se você anda triste, com pensamentos depressivos ou estranhos procure se voltar para seu mentor espiritual. Se você gosta de velas- acenda uma vela para se conectar a ele.

Se tiver dificuldade de se concentrar para uma oração olhe para a chama da vela. Coloque um copo com água ao lado e faça o pedido, mas veja bem o que vai pedir.

Dependendo do seu estado mental ou emocional - a oração pode não chegar ao seu destino. Parar no meio do caminho. Uma intenção maléfica, um desejo muito egoísta não chega ao seu mentor. A vibração dele é muito elevada e superior para captar esse tipo de onda mental negativa. Você vai é se conectar com os espíritos de astral negativo. E seu pedido vai parar na mente dessas entidades atrasadas. Mas se o seu desejo for a paz, o amor, um objetivo que não prejudique a ninguém, que não viole as Leis da Harmonia e do Bem, provavelmente seu mentor vai ouvir.

A velocidade do pensamento é bem mais rápida do que a velocidade da luz. Pensou; se conectou, mas nem sempre com a entidade que você quer, ou santo, ou espírito do Bem, mas de acordo com o que pediu.

E, porisso, algumas pessoas parecem nascer para orar pelos outros. E outras já desabafaram:
"Sandra, eu faço a oração mas não consigo a graça!"
Por que será?

Olha, o tempo dos espíritos não é igual ao tempo da Terra. Eles não são como nós que vivemos um dia de 24 horas. Os bons espíritos estão mais interessados num bem estar mais estável do que atender nossas mazelas.

Seu filho tem seis anos e lhe pede balas o tempo todo. Você sabe que chupar balas - provoca cáries e as cáries doem e compromentem a dentina. Como uma mãe ou pai razoável não atende ao pedido do seu filho: balas o tempo todo.

O anjo de guarda é assim também.

Aliás, se você souber orar e se responsabilizar por tudo o que acontece na sua vida, as coisas mudam.

Mudam mesmo!

Mas eu acredito na força das velas e do anjo de guarda.

Acenda sempre que se sentir esquisito, tenso ou sem fé.

Acenda uma vela branca todos os dias durante uma semana. Esse ritual específico vai livrá-lo dos miasmas negativos de maus espíritos. Orar todos os dias na mesma hora é muito bom.

Já tive respostas muito positivas.

Uma vez estava quase desesperada com uma situação.

Fui ao meu oratório, acendi uma vela para meu mentor.

Procurei não pedir nada muito objetivo ou terreno, mas pedi uma luz , uma orientação.

Dez minutos depois, estava pronta para tomar a decisão que eu tinha que tomar.

No desespero, falta a fé!

Você fica tão perturbado com um problema, com uma tristeza, ou uma perda, que não consegue nem rezar.

Então, vá para um local bem tranquilo. Feche os olhos e faça uma oração.

Algo importante para quem gosta de velas. Você pode observar como ficam as velas depois da oração.

Considerando a fabricação das mesmas, a direção do vento- dá para observar como está seu estado emocional e espiritual:

  • velas que choram muito: tristeza, descarrêgo de energia negativa. Nesse caso, continue acendendo e orando até perceber que se sente mais aliviado.
  • velas que caem: cuidado porque pode ser ambiente espiritual da sua casa está negativo ou cheio de energias ruins. Ou então, você não acendeu direito sua vela. Concentre-se no seu ritual com seriedade e respeito para não ter surpresas desagradáveis. Uma cliente acendeu uma vela para Nossa Senhora para agradecer a casa própria. Ela acendeu a vela em cima da geladeira e saiu. Quando voltou pra casa ,viu um tumulto. Sua cozinha estava pegando fogo, praticamente. A vela caiu e ela perdeu fogão, geladeira e praticamente toda a cozinha. Quem teve culpa? Nossa Senhora? Claro que não! Jamais acenda velas e deixe a casa sozinha. Tenha cuidado!
  • velas que queimam e deixam muita borra: descarrêgo,a própria cera ou parafina da vela. Use sua intuição ,principalmente se a borra formar uma figura, um desenho. Pode ser um sinal ou resposta do seu mentor espiritual.
  • Há alguns anos acendi uma vela e pedi para Nossa Senhora da Guia que me mostrasse se o meu amor seria correspondio. Foi impressionante! A vela caiu e queimou de forma estranha formando um coração ao contrário. Percebi que devia desistir daquele amor e partir para outra.
  • O prato quebrou: uma consulente me escreveu contando que ao acender uma vela para seu anjo de guarda o prato partiu. Bem, excluindo a variável de que o prato poderia ser frágil - pode ser um sinal. Orar mais e prestar atenção nos seus atos e pensamentos.
Nossa crença dirige nossa vida espiritual. É a crença que rege nossa vida. Se você só acredita no azar pode pensar que tudo que lhe acontece é porque é azarado. Se você só acredita nas coisas boas, mesmo que algo não ocorra conforme o desejado sempre achará que o melhor estar por vir. Melhor pensar assim, não?
Acenda sim velas para se conectar com seu anjo. A fé é algo muito lindo e criativo. Cada pessoa tem a sua; isso é bom e nos ajudar a viver.
Mas seu anjo pode lhe ajudar, mas se você não se ajuda, não adianta gastar dinheiro com velas, não é?

3 comentários:

  1. Ola Sandra, comecei a acompanhar o seu blog e tenho achado mto interessante. Por favor me diga sobre acender a vela pro anjo da guarda de alguem...Já ouviu falar nisso? e acender ao contrario com o abjetivo de que a pessoa sinta saudades e volte. O que vc acha??
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. OLA Sandra meu marido senpre a cende vela pro anjo da guarda deli e nao fica nada no pratoso fica a marca gue ali eli asendeu a vela isso e bom ou ruim desde ja obrigado

    ResponderExcluir
  3. oi sandra como ascender uma vela para pedir emprego?

    ResponderExcluir